Mitos e verdades sobre cabelos

By Maqquiando. com - quarta-feira, novembro 04, 2015

Sabemos que alguns cuidados são necessários quando se quer manter os cabelos bonitos e saudáveis. Por isso, é sempre bom entender quais as práticas de beleza realmente funcionam nos cabelos. Veja o que é mito e o que é verdade sobre o cabelo.


"Cortar o cabelo com frequência faz ele crescer mais rápido"
Mito. O corte não interfere no crescimento do cabelo. Até porque a taxa de crescimento não tem relação nenhuma com extremidades e sim com o couro cabeludo. Porém, aparar as pontinhas de 2 em 2 meses deixará seus cabelos com aparência saudável, livre de pontas duplas e aspecto de cabelo danificado. 

"Água quente danifica os cabelos"
Verdade mais que verdadeira. A água quente resseca o cabelo,piora a caspa, aumenta a oleosidade da raiz e faz os fios tingidos desbotarem mais rápido. Ela também deixa a cutícula aberta, fazendo com que os cabelos fiquem ásperos e sem brilho. Definitivamente é melhor lavar os cabelos com água fria. No máximo morninha para diminuir os danos.

"Alimentação ajuda no crescimento dos cabelos"
Verdade. Um alimentação balanceada, rica em vitaminas e proteínas, ajuda sim no crescimento, deixa o cabelo forte e saudável.
"Cortar o cabelo na lua crescente faz o cabelo crescer mais rápido"
Mito. Não é comprovado cientificamente que a as fases da lua influenciem no crescimento dos cabelos.

"Lavar os cabelos todos dias faz mal"
Mito. Vai depender muito da necessidade de cada pessoa. Quem tem cabelo muito oleoso, pratica exercício físico, usa gel ou produtos modeladores diariamente precisam sim lavar o cabelo todos dias para retirar o excesso de sebo produzido e resíduos de produtos. Agora, cabelos secos e danificados por química exigem um tempo a mais para produzir lipídio(tipo de proteção natural para o couro cabeludo). Lavar dia sim, outro não já está de bom tamanho.
     Xô sujeira! Saiba como lavar os cabelos corretamente.
Já me segue nas redes sociais? FacebookInstagramTwitterGoogle+ e Youtube?

  • Compartilhar:

Você pode gostar também

0 comentários

Obrigada por comentar !